domingo, 21 de outubro de 2012

Lembrança

No brasume da fogueira
Destinada ao amor pirilampo
Ocupamos o espaço quente
Emocionado e cantando
Invades as minhas cordas vocais
Com um beijo carinhoso
Fecho os olhos sentindo
Tua mão no meu pescoço
Subindo ligeiramente quente
Minha voz interior canta mais alto
Atingindo o pico do vulcão
E tu minha doce, evaporas.

Sem comentários:

Publicar um comentário